Normas contábeis pretendem eliminar discordâncias entre dados dos Estados e da União

In News by admin

A partir de 2018, as divergências entre os registros contábeis nos balanços dos Estados e União terão o auxílio da Matriz de Saldos Contábeis do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi). A novidade, que é uma ação em conjunto para a utilização de normas e padrões internacionais, pretende extinguir as discordâncias nos lançamentos de pagamentos de aposentadorias e pensões divulgados pelos Estados, já que o Tesouro Nacional identificou uma diferença de R$ 30 bilhões no fim de agosto. Enquanto nos governos regionais o déficit foi de R$55 bilhões, o Tesouro constatou que o valor alcança R$ 84,4 bilhões.

Segundo especialistas, o intuito é acabar com as discordâncias de dados, com declarações mensais, fortalecendo a contabilidade dos entes públicos. Além disso, a iniciativa configura o aumento da confiança e credibilidade das informações. O Grupo Assessor das Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público (GA NBC/TSP), do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), ainda revisa cinco normas (propriedades para investimentos, ativos imobilizados, ativos intangíveis, ajuste ao valor recuperável e ativos geradores e não-geradores de caixa) que se aplicam ao setor público.